Estude para o mestrado comigo: A composição molecular das células vegetais – Ácidos nucleicos

Contém a informação que determina as estruturas e a variedade de proteínas de um organismo, sendo a receita de tudo que um organismo apresenta. Formados por longas cadeiras de moléculas conhecidas como nucleotídeos que, por sua vez, são constituídos por fosfato, pentose (que pode se apresentar na forma de ribose (RNA) ou desoxirribose (DNA), em que o último possui um átomo de oxigênio a menos que a ribose).


Nas plantas, o DNA representa uma das maiores macromoléculas da célula, sendo portador direto da mensagem genética para produção de todo e qualquer componente do ser vivo. O RNA, por sua vez, realiza a síntese de proteína e atuam muitas vezes como catalisadores de uma forma bem semelhante às enzimas.


METABÓLITOS PRIMÁRIOS

Presente em todas as células vegetais e necessários para a vida da planta, como açucares simples, aminoácidos, proteínas e ácidos nucleicos.


METABÓLITOS SECUNDÁRIOS

Diferentes de acordo com cada espécie vegetal, sendo importantes para a sobrevivência e a propagação das plantas que os produzem. São eles, por exemplo, os sinais químicos que permitem que as plantas respondam à estímulos ambientais.


Alcalóides- morfina (obtida a partir da Papaver somniferum, atua como analgésico)

Terpenóides- isopreno (emitido em presença de luz pelo cloroplasto, podendo ajudar a planta a enfrentar problemas causados pelo calor)


Substâncias fenólicas- taninos (dissuasores alimentares de herbívoros em angiospermas).


Raven, P.H. Evert, R.F., Eichhorn, S.E. Biologia vegetal. 7 ed. Rio de Janeiro: Guanabara


2 views0 comments
Siga o Bertobio!
  • Facebook - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • Instagram - White Circle

Nos encontre também no Instagram!

@biologiaparaavida
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco